por angelica ca e paulo eneas
A Polônia anunciou nesta quinta-feira (11/03) uma nova lei que proíbe a adoção de crianças por pessoas por pessoas do mesmo sexo que coabitam em uma residência em comum. A proibição também se estende a homossexuais solteiros.

Em resposta à corajosa e correta posição do governo polonês, a União Europeia aprovou resolução que declara a o bloco europeu como sendo “Zona de Liberdade LGBTIQ”, segundo informou a Reuters.

De acordo com a nova lei, as autoridades polonesas serão obrigadas a verificar os antecedentes das pessoas que pretendem adotar uma criança como mãe solteira. A Polônia só permitia que casais (homem e mulher casados) ou solteiros heterossexuais adotem filhos.

A mudança anunciada nesta quinta-feira impede que pessoas solteiras adotem crianças e passem em seguida a coabitar com alguém do mesmo sexo. Ao anunciar o novo plano, o vice-ministro da Justiça, Michal Wojcik, que o objetivo da medida é proteger as crianças: “Trata-se da segurança da criança, de seu bem-estar”. Informações de BBC, Daily Caller e US News.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE