por angelica ca
Uma funcionário do serviço de saúde da Noruega que encontrava-se hospitalizada por dois dias com trombose supostamente adquirida após receber a vacina contra a covid desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca, morreu de hemorragia cerebral esta semana.

A funcionária havia sido hospitalizada na quinta-feira (11/03), cerca de uma semana após receber a vacina. Esta é a segunda fatalidade em poucos dias ocorrida naquele país nórdico, que na semana passada suspendeu o uso da vacina da AstraZeneca como medida de precaução.

No último sábado (13/03), as autoridades de saúde da Noruega disseram que três funcionários da área de saúde foram hospitalizados com coágulos sanguíneos, sangramento e níveis anormalmente baixos de plaquetas no sangue. Outra profissional de saúde norueguesa de cerca de 30 anos também morreu na sexta-feira (12/03), dez dias após receber a mesma vacina.

Outras mortes também foram relatadas na Europa, principalmente na Áustria e na Dinamarca. Todas as vítimas tinham menos de 50 anos e todas haviam recebido a primeira dose da vacina do grupo farmacêutico anglo-sueco. Informações de The Local, Reuters e NewsMax.

Leia também:
Países Europeus Suspendem Vacina da AstraZeneca Devido a Efeito de Coagulação Sanguínea


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE