por paulo eneas
O prefeito de Guaratuba, cidade do litoral do Estado do Paraná, determinou nesta terça-feira (16/03) o lockdown completo na cidade, suspendendo até mesmo serviços essenciais, incluindo supermercados e padarias em sua modalidade delivery. A medida completamente inconstitucional passará a valer a partir da zero hora da próxima sexta-feira (19/03) e irá estender-se por 77 horas. Em vídeo divulgado nesta terça-feira, o prefeito afirmou:

“É um lockdown para valer mesmo, nós vamos fechar inclusive os serviços essenciais, permitindo apenas as atividades de segurança privada, as atividades de táxi e transporte por aplicativo e o comércio de medicamentos, mais nada. Fecha restaurante, fecha supermercado, fecha posto de gasolina, inclusive em relação aos serviços de delivery, estamos também proibindo a circulação de pessoas na nossa cidade.”

É evidente que a medida é um completo despropósito, não tem amparo legal nem fundamentação científica alguma. Trata-se apenas de mais um governante local com vocação totalitária agredindo direitos básicos dos cidadãos. Ele, assim como outros governantes, o fazem pela certeza da impunidade e pela percepção de vácuo de poder advinda do governo federal. Informações de RicMais.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE