paulo eneas
Inúmeros relatos de violência e atrocidades que estão ocorrendo em todo o país estão chegando constantemente na redação do Crítica Nacional, que mal damos conta de reporta-los. Em todos estes relatos, tem-se cenas em vídeo de policiais ou guardas municipais agredindo pessoas de bem que estão desesperadamente tentando trabalhar ou simplesmente andando em ruas e praças. Trata-se de uma situação idêntica à da Venezuela.

Enquanto isto ocorre, assistimos o silêncio, a omissão e a passividade inaceitáveis dos ainda titulares dos ministérios da Justiça, Direitos Humanos e demais órgãos do Governo Federal.

O que o Sr. Presidente da República está esperando para convocar lideranças do Congresso Nacional e comunicar a decretação, nos termos da Constituição Federal, de Estado de Defesa ou Estado de Sítio para o pronto restabelecimento da lei e da ordem no País?

O estado de violência e ilegalidades generalizadas que está espalhando-se pelo Brasil decorre do vácuo de poder, da ausência de demonstrações concretas de autoridade da parte do Governo Federal. Este estado não pode perdurar, e o que a Nação espera é que o Chefe de Estado cumpra seu papel.

Leia também:

1) Depois das Manifestações: O Que O Governo Precisa Fazer Neste Momento

2) Saída de Eduardo Pazuello: Governo Terá A Chance de Implementar Tratamento Precoce e Preventivo

3) Faltam Leitos de UTI em Todo o País: Onde Está O Dinheiro Repassado Pelo Governo Federal?

4) A Prioridade Nacional É Revogar a Lei 13.979 do Coronavírus: O Cavalo de Troia da Pandemia

5) André Mendonça Fica Indignado Com Fechamento de Igrejas Mas Nada Faz Para Impedir Esta Ilegalidade

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE