por angelica ca e paulo eneas
O Facebook removeu um vídeo publicado no último sábado (13/03) pelo prefeito de Itajubá, cidade ao sul do Estado de Minas Gerais, Christian Gonçalves (DEM), anunciando a distribuição gratuita nos postos de saúde do kit covid para o tratamento precoce da covid no município. O vídeo foi removido no domingo (14/03) das redes sociais sob o argumento cínico e mentiroso de que se tratava de informação falsa sobre a pandemia do vírus chinês.

No vídeo, o prefeito da cidade afirma: “Estamos aqui para anunciar mais uma importante medida no combate à covid. A partir desta segunda-feira, 15 de março, nós iremos disponibilizar em nossos postos de saúde, os seguintes medicamentos: ivermectina, vitamina D e zinco para o tratamento precoce no combate à covid”.

Ao lado do prefeito, o vice-prefeito Dr Nilo Baracho, professor da faculdade de Medicina de Itajubá e atual Secretário de Saúde do município, afirmou que os médicos poderão prescrever os medicamentos para o tratamento do vírus e orienta a população a procurar atendimento médico aos primeiros sintomas de covid. A distribuição do medicamentos começou nesta segunda-feira (15/03).

No dia seguinte à sua publicação, o vídeo foi removido pelo Facebook. Há meses o Facebook simplesmente apaga e remove qualquer conteúdo relacionado ao tratamento precoce da covid, incluindo os relatos de experiências bem-sucedidas conduzidas por prefeitos de todo o país.

Esta atitude é um claro ato ilegal de censura e de sabotagem e crime contra a saúde pública, uma vez que o tratamento precoce faz parte das recomendações do Ministério da Saúde para o combate à covid, ainda que até hoje nenhum titular que tenha passado pela pasta tenha competência e coragem para fazer valer esta recomendação, como mostramos em artigo anterior.

Este ato de censura e de crime contra a saúde pública praticado pelo Facebook exigiria reação imediata por parte de órgãos governamentais, especialmente o Ministério da Justiça. No entanto, o que temos observado é a completa omissão e silêncio inaceitáveis do Ministro André Mendonça, que tem se mostrado o mais inepto, despreparado e desqualificado titular que já ocupou a pasta da justiça.

Apesar da remoção criminosa, e impune, praticada pelo Facebook, o vídeo do prefeito de Itajubá anunciando o tratamento precoce na sua cidade foi recuperado, e pode ser visto abaixo.

Leia também:
Facebook Censura Qualquer Menção a Tratamento Precoce: Ministério da Justiça Nada Faz


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE