por angelica ca e paulo eneas
As ilegalidades e agressões a direitos fundamentais dos brasileiros praticadas por governadores e prefeitos em todo o Brasil tornaram-se norma em um país assolado pela delinquência institucional, pelo vácuo de poder central, e por uma guerra assimétrica na grande imprensa, tudo isso a pretexto de combater a pandemia do vírus chinês.

Na cidade do Rio de Janeiro, o prefeito Eduardo Paes anunciou nesta sexta-feira (19/03) um decreto determinando o fechamento das praias cariocas, a partir deste sábado, em qualquer horário, seja para a prática de esportes, e banhos de mar. Ficou proibido o comércio ambulante e de barracas, bem como o estacionamento na orla, com algumas exceções.

O decreto também veta a entrada de ônibus e demais veículos de fretamento no município, exceto os que prestem serviços para funcionários de empresas ou hotéis, mediante comprovação. Para completar, o prefeito Eduardo Paes anunciou medidas ainda mais restritivas para a próxima semana. Informações de Jornal de Brasília e Extra


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE