por angelica ca e paulo eneas
A pretexto de conter o avanço da pandemia do vírus chinês, ditadores estaduais e municipais estão levando moradores de baixa renda, especialmente os moradores de favelas e outras moradias precárias por todo o Brasil, a passarem por privações: para estas pessoas está faltando o básico para ter a comida na mesa.

No Rio de Janeiro, segundo levantamento do Portal R7, um em cada nove moradores de favelas está com renda mensal inferior aos R$ 246,00. Um estudo do Instituto Locomotiva verificou que 71% das famílias que vivem em favelas estão sobrevivendo com menos da metade da renda, e que 70% não têm dinheiro para comprar comida. Cerca de 16 milhões de brasileiros vivem em favelas.

Nos últimos anos, muitas dessas pessoas conseguiram melhorar de vida montando o próprio negócio. Mas, para a maioria delas, as restrições das atividades econômicas impostas por governadores proto-ditadores à revelia da Constituição Federal tiveram consequências devastadoras: seus pequenos negócios quebraram e a maioria foi para a miséria. Informações de R7 e Pauta Independente.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE