por camila abdo
As autoridades sanitárias do Canadá recomendaram na segunda-feira (29/03) a suspensão do uso da vacina da AstraZeneca contra o vírus chinês, desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford, em pessoas com menos de 55 anos de idade.

As autoridade de saúde canadenses estão preocupadas com os casos de trombose relatados em nações estrangeiras, especialmente na Europa. Por esse motivo, o governo solicitará à fabricante que realize uma avaliação detalhada dos benefícios e riscos da vacina por idade e sexo no contexto interno canadense.

O Instituto Paul-Ehrlich, centro de referência para a vacinação na Alemanha, detectou 31 casos de trombose em pessoas que foram imunizadas com a vacina produzida pela AstraZeneca, sendo que nove delas morreram. Com informações da Jovem Pan


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE