por angelica ca
O Fórum das Centrais Sindicais do Brasil recebeu US$ 300 mil (cerca de R$ 1.7 milhão) da Federação Nacional dos Sindicatos da China (ACFTU). A doação veio camuflada sob a forma de ajuda ao enfrentamento à pandemia do vírus chinês. A federação sindical chinesa é a maior entidade sindical do mundo, congregando 302 milhões de trabalhadores e 1.7 milhão de sindicatos filiados.

A doação é resultado de reunião virtual realizada em janeiro entre a a federação chinesa e o Fórum das Centrais Sindicais. O aporte internacional foi feito por meio da Federação dos Sindicatos da China, ligado ao Partido Comunista Chinês.

A entidade ocupa a vice-presidência na Assembleia Popular Chinesa (equivalente ao Congresso Nacional), com trânsito e forte influência junto ao governo do ditador comunista Xi Jinping. A doação foi formalizada em carta dirigida ao Fórum das Centrais Sindicais, formado pelas seis maiores centrais do Brasil (CSB, CUT, Força Sindical, UGT, CTB e NCST).

Um trecho do texto da carta afirma que há muito tempo a “Federação Nacional dos Sindicatos da China e as principais organizações sindicais do Brasil têm cooperado em várias ocasiões bilaterais e multilaterais, como o Fórum de Sindicatos do BRICS e a Organização Internacional do Trabalho”. Informações de R7, Revista Oeste e Sindicato dos Bancários de São Paulo.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE