por camila abdo e paulo eneas
O Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo enviou um ofício nesta quarta-feira (31/03) ao Governo do Estado alertando para situação crítica no abastecimento de oxigênio e concentradores em 120 municípios. Segundo o documento, essas cidades podem não ser capazes de atender a demanda crescente pelo insumo dos pacientes com vírus chinês.

“Conforme levantamento realizado entre os dias 22 e 24 de março por este Conselho, ao menos 120 Municípios do Estado de São Paulo estão em situação considerada crítica no que concerne ao abastecimento de oxigênio gasoso para atendimento emergencial de usuários com suspeita, ou confirmados, de covid-19”, afirma o ofício.

O Estado de São Paulo foi a unidade da federação que mais recebeu recursos do Governo Federal para o enfrentamento à pandemia do vírus chinês. Nada justifica a crise na saúde do Estado, com déficit de leitos de UTI e de cilindros de oxigênio, que não a negligência criminosa do governo paulista, chefiado pelo tucano João Doria.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE