pela redação
O presidente Jair Bolsonaro, em conversa com apoiadores na saída do Palácio do Alvorada nesta sexta-feira (09/04), chamou o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso de se militante, afirmou que a ordem dada pelo ministro ao Senado para abrir uma CPI da Covid tem o objetivo de enfraquecer o presidente.

O presidente também afirmou que o ministro age com ativismo judicial, e cobrou a análise, por parte da Mesa do Senado, dos pedidos de impeachment contra alguns ministros do STF, além de questionar a moralidade de Luís Roberto Barroso:

“A CPI que Barroso ordenou instaurar, de forma monocrática, na verdade, é para apurar apenas ações do Governo Federal. Não poderá investigar nenhum governador, que porventura tenha desviado recursos federais do combate à pandemia”, afirmou o Presidente Bolsonaro em suas redes sociais. Analisaremos a decisão do ministro Luís Roberto Barroso em artigo em separado.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE