por angelica ca
O Tribunal Distrital de Weimar, no estado da Turíngia, Alemanha, decidiu no início de março que a obrigação de usar máscaras, manter distanciamento social e realizar testes rápidos nas escolas representa uma ameaça ao bem-estar mental, físico ou emocional das crianças.

Em sua decisão, o juiz declarou que este risco existe no caso do uso obrigatório de máscaras. Na sentença, o juiz determina que as escolas estão proibidas de encomendar ou prescrever o uso de máscaras faciais em salas de aula e nas instalações escolares, bem como de impor o distanciamento social e realizar testes rápidos.

Como justificativa, o juiz afirmou: “as crianças são prejudicadas física, psicológica e educacionalmente, e seus direitos são violados sem qualquer benefício para as próprias crianças ou para terceiros”. A sentença completa poder lida neste link aqui,  que consiste em uma declaração geral contra as medidas excessivas contra covid nas escolas.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE