por camila abdo e paulo eneas
O senador Randolfe Rodrigues, vice-presidente da CPI da Covid, pretende quebrar o sigilo de dados do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para investigar o quanto o general sabia ou não da situação da falta de oxigênio no Amazonas durante a crise vivida pelo Estado no ano passado.

Em um ato curiosamente premonitório, o senador afirmou que os convocados a depor na comissão afirmarão que não tiveram responsabilidade na falta de oxigênio no Estado. Haveria então dois caminhos, segundo o senador. “Tentaremos fazer uma acareação e a quebra dos sigilos de dados e telefônico dos dois lados”, afirmou.

Segundo Randolfe Rodrigues, sua intenção é saber quais foram as ordens dadas pelo Presidente Bolsonaro a seu ex-ministro da Saúde durante a crise no Estado do Amazonas.

As falas do senador confirmam o que o Crítica Nacional vem afirmando há dias: a CPI da Covid terá como alvo central a tentativa de incriminar o Presidente Bolsonaro, bem como o tratamento precoce para a covid. Todo o resto será apenas pirotecnia e encenação. Informações Revista Época.

Leia também:
1) CPI da Covid do Senado: Uma Encenação Para Tentar Criminalizar O Presidente Bolsonaro

2) Riscos Potenciais Desconhecidos Associados Às Vacinas Contra Covid

3) Prefeitos & Governadores Podem Dormir Em Paz: Renan Calheiros Será Relator da CPI da Covid


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE