por camila abdo e paulo eneas
Uma frente parlamentar criada no Senado Federal irá atuar direito de o cidadão ter acesso legal a armas de fogo para proteger sua vida, a vida de sua família e sua propriedade. A Frente Parlamentar pelo Desarmamento foi oficialmente criada pelo Senado Federal na quinta-feira (15/04) da semana passada.

A criação da frente foi formalizada pela assinatura do presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco. A frente surgiu logo após o Presidente Bolsonaro publicar decretos que facilitam o acesso legal por parte da população a armas de fogo, conforme ele havia prometido em campanha.

Criada a partir de iniciativa da senadora esquerdista Eliziane Gama (Cidadania-MA), a frente tem como objetivo reduzir as armas no país e promover e difundir a chamada cultura do desarmamento, seguindo assim a agenda preconizada pelas esquerdas e pelos globalistas.

A senadora não mencionou quais seriam as estratégias para desarmar também os criminosos, e não comentou sobre o fato de integrantes da elite como ela própria desfrutarem do privilégio de ter segurança privada armada, enquanto as pessoas comuns, que ela pretende desarmar, ficam à mercê de criminosos. Informações Agência Brasil.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE