por angelica ca
Quase seis meses após a fraude eleitoral que levou a derrota do presidente Donald Trump nas eleições norte-americanas do ano passado, os senadores do Estado do Arizona decidiram realizar uma auditoria forense no resultados das eleições no Condado de Maricopa. Quatro empresas de fora do Estado foram contratadas para esta auditoria.

A análise forense será liderada pela Cyber ​​Ninjas, uma empresa de segurança cibernética que se concentra em segurança de aplicativos, serviços financeiros e setores governamentais. As empresas contratadas pelo Senado Estadual examinarão 2.1 milhões de cédulas de votação.

O escopo do trabalho incluirá a digitalização de todas as cédulas, uma recontagem manual completa, auditoria do registro e dos votos emitidos, a contagem dos votos e o sistema de votação eletrônica. O Partido Democrata do Arizona entrou com várias ações judiciais para tentar impedir a auditoria, mas até o momento não obteve sucesso e a auditoria será realizada. Informações de Washington Times, ZeroHedge e NeonNettle.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE