por camila abdo e paulo eneas
A deputada estadual Janaína Paschoal afirmou em publicação nas redes sociais no último domingo (25/04) que a CPI da Covid irá infernizar a vida dos médicos que praticam com os pacientes da covid aquilo que a medicina manda fazer desde os seus primórdios: tratar a doença no seu início.

Segundo a deputada, as pessoas que foram curadas com o tratamento precoce da covid precisam ser estimuladas a relatar suas experiências, para o bem delas próprias e da saúde pública. Janaína Paschoal afirmou que a CPI da Covid irá fazer um inferno na vida dos médicos que usam o tratamento precoce para a covid, e que isso não será justo com estes profissionais da saúde.

A fala da deputada está em linha com o que o Crítica Nacional vem afirmando há dias: a CPI da Covid terá como alvo principal a tentativa de incriminar o Presidente Bolsonaro e criminalizar o tratamento precoce, que tem salvado a vida de milhares de pessoas no país inteiro, a despeito do boicote criminoso da grande imprensa e da indiferença por parte do Ministério da Saúde.

Segundo a Revista Oeste, a deputada relata que foi contaminada com o vírus chinês no início da pandemia no ano passado, e naquela oportunidade seguiu as recomendações do então ministro da Saúde, Henrique Mandetta, e ficou em casa aguardando a evolução da doença. Segundo a deputada, esta recomendação quase custou-lhe a vida. Informações de Revista Oeste.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE