por angelica ca e paulo eneas
O governador republicano da Flórida, Ron DeSantis, anunciou nesta segunda-feira (03/05) a suspensão todas as restrições de saúde pública impostas à população em razão da pandemia do vírus chinês naquele Estado. Lei assinada pelo governador dá a ele o poder de anular medidas emergenciais locais como aquelas que foram aprovadas em inúmeras localidades da Flórida logo após o início da pandemia.

A medida também estabelece um limite de tempo pelo qual empresas e escolas podem ficar fechadas por determinação do governo estadual e governantes locais durante uma emergência de saúde. A limitação de tempo também inclui a obrigatoriedade do uso de máscaras e o funcionamento de estabelecimentos comerciais.

Ron DeSantis afirmou durante entrevista coletiva que o Estado da Florida não mais encontra-se em estado de emergência de saúde pública. De acordo com o governador, as decisões foram tomadas com base em evidências. A medida, que efetivamente acaba com todas as restrições locais relacionadas à pandemia, também proíbe passaportes de vacinas.

As empresas da Florida ficam proibidas de exigir que os clientes apresentem comprovantes de vacinas para obter serviços. Além de assinar a lei que entra em vigor em 1º de julho, Ron DeSantis também assinou duas ordens executivas para antecipar algumas disposições da nova lei. Entre elas, está a extinção imediata da exigência de máscaras em todo o Estado. Informações RTNBC NewsFox News.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE