por paulo eneas
As Ilhas Seychelles formam o país com maior índice de vacinação de sua população contra a covid em todo mundo. Com apenas 98 mil habitantes, 62% de seus cidadãos foram vacinados. Apesar da vacinação em massa, ou possivelmente por causa dela segundo alguns epidemiologistas, o país passou a enfrentar um novo surto de covid no final do mês de abril.

O novo surto resultou em 1.018 novos casos registrados entre os dias 28 de abril e 1o de maio. A vacinação foi feita na quase totalidade com um imunizante produzido pelo laboratório chinês Sinopharm. Uma parcela menor dos vacinados receberam uma vacina produzida pela AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford.

Em vista do novo cenário pandêmico pós-vacinação, o governo local decidiu oferecer mais do mesmo: todas as escolas do país foram fechadas por duas semanas, e novas medidas de restrição estão para ser implantadas. Uma evidência de a promessa de volta ao normal após vacinação em massa constituiu-se em grande parte apenas nisso: uma promessa vazia. Informações Revista Oeste.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE