por angelica ca e paulo eneas
O governador do estado norte-americano da Flórida, Ron DeSantis, sancionou na semana passada uma lei que regulamenta os poderes do Estado nos casos de emergência de saúde pública no futuro. Entre outras medidas, a lei proíbe as escolas de exigir que os alunos apresentem comprovante de vacinação contra covid.

No início de março, Ron DeSantis havia assinado uma ordem executiva proibindo entidades governamentais e empresas de exigir passaportes de vacina, além de proibir o governo de emitir tais documentos. O legislativo da Florida transformou a medida em lei, ao aprovar resolução que fortalece tal proibição estendendo-a às escolas.

Agora, a legislação da Floria impede que escolas, empresas e entidades governamentais possam exigir comprovantes ou passaportes de vacinas: “os chamados passaportes para vacinas contra covid reduzem a liberdade individual e prejudicam a privacidade do paciente”, afirmava a ordem executiva de Ron DeSantis. Informações de Life Site News | GovTech | Business Insider.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE