por angelica ca e paulo eneas
Uma grávida desenvolveu um quadro de trombose e perdeu o bebê dias após ter recebido a aplicação da vacina da AstraZeneca, no Rio de Janeiro. A informação foi divulgada pelo site Metrópoles nesta segunda-feira (10/05), que informa que o caso está sendo analisado pela área de vigilância em saúde municipal.

O Governo do Estado e o Ministério da Saúde também irão investigar o caso, e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) será notificada formalmente sobre o assunto. Investigações deste tipo analisam o histórico de saúde dos pacientes para avaliar se existe relação entre a aplicação do imunizante e o evento adverso, pois outros fatores podem estar relacionados ao caso.

No final de abril o Ministério da Saúde decidiu incluir todas as gestantes e puérperas no grupo prioritário para receber vacinas contra a covid. A medida foi duramente criticada por segmentos da classe médica, pois sabe-se que não existe estudo algum sobre os efeitos das vacinas experimentais contra a covid em gestantes.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE