por angelica ca e paulo eneas
As forças de defesa israelenses atingiram mais de 130 alvos terroristas-militares na Faixa de Gaza, controlada pelo Hamas, durante a madrugada desta terça-feira (11/05), como parte da operação denominada Guardians Of The Wall, lançada no dia anterior em resposta aos ataques permanentes que aquele grupo terrorista empreende contra Israel a partir da Faixa de Gaza.

O grupo terrorista que controla a Faixa de Gaza havia disparado mais de 200 projéteis contra o território israelense desde a segunda-feira, segundo informaram as IDF, Forças de Defesa de Israel, a denominação oficial das forças armadas israelense. Seis civis israelenses sofreram ferimentos em Ashkelon, depois que dois edifícios residenciais sofreram ataques diretos na manhã desta terça-feira.

Em resposta aos ataques com foguetes efetuados pelo Hamas a partir da Faixa de Gaza, as IDF reagiram e atingiram mais de 130 alvos em Gaza. Entre os alvos atingidos estavam o comando de um batalhão do Hamas e um prédio de inteligência militar também pertencente ao grupo terrorista.

Durante a primeira e a segunda ondas de ataques aéreos da operação Guardians Of The Wall, aeronaves de combate da Força Aérea Israelense, helicópteros de ataque e drones do Exército atacaram instalações de fabricação de armas operadas pelo grupo terrorista Hamas.

Na terceira onda de ataques aéreos, as Forças de Defesa de Israel atacaram várias posições do Hamas e da Jihad Islâmica na Faixa Gaza, incluindo outras instalações de fabricação de armas, campos de treinamento militar e a residência de um alto comandante militar do Hamas.

Além disso, as forças israelenses atacaram um centro de inteligência militar do Hamas na Faixa de Gaza, além de terem destruído dois túneis que os terroristas utilizavam para próximo à fronteira israelense. O fogo dos tanques das IDF teve como alvo posições terroristas em toda a Faixa.

As IDF confirmaram que cerca de quinze terroristas foram mortos nos ações defensivas israelenses. Todos eram membros do grupo terrorista Hamas. De acordo com o Ministério da Saúde de Gaza, pelo menos 23 pessoas na Faixa de Gaza foram mortas na madrugada de terça-feira, incluindo nove menores. Outras 107 pessoas ficaram feridos em vários graus, disse o ministério.

O exército israelense anunciou na manhã de terça-feira que a operação Guardian Of The Wall é apenas o começo e continuará por vários dias, com a finalidade de desmantelar a estrutura de militar-terrorista instalada na Faixa de Gaza pelo Hamas. A reação de Israel aos ataques terroristas desencadeou conflitos internos com israelenses árabes, especialmente na cidade Lod. Trataremos destes conflitos em artigo em separado. Informações Israel Notícias | I24 News | Jerusalem Post.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE