por angelica ca e paulo eneas
O chanceler austríaco Sebastian Kurz ordenou nesta sexta-feira (14/05) que a bandeira do Estado de Israel fosse hasteada ao lado da bandeira austríaca na sede da chancelaria austríaca, em sinal de solidariedade ao povo israelense, que tem sido vítima dos ataques perpetrados contra Israel a partir da Faixa de Gaza pelos grupos terroristas Hamas e Jihad Islâmica.

Também nesta sexta-feira, o chanceler austríaco publicou uma mensagem comentando a decisão de apoio ao povo israelense, afirmando que os ataques terroristas a Israel merecem ser fortemente condenados: “os ataques terroristas contra Israel merecem a mais veemente condenação. Estamos juntos ao lado de Israel”.

Em uma declaração à agência France-Presse, Sebastian Kurz afirmou que condena as agressões a Israel a partir da Faixa de Gaza, e que o país tem o direito de se defender destas agressões. Também nesta sexta-feira, o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu emitiu uma declaração por meio de vídeo:

“Eu disse que atingiríamos o Hamas e outros grupos terroristas com golpes significativos, e estamos fazendo isso”, disse Netanyahu. “No último dia nós atacamos alvos subterrâneos. O Hamas achou que poderia se esconder lá, mas não pode”.

“Os líderes do Hamas acreditam que podem escapar de nossas garras. Eles não podem escapar. Podemos alcançá-los em todos os lugares”, acrescentou Benjamin Netanyahu no vídeo. A violência civil também está se espalhando para a Judéia e Samaria, e incidentes começaram a ocorrer hoje nas fronteiras israelenses da Jordânia e do Líbano. Informações de France24 | Times Of Israel | Israel Notícias.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE