por angelica ca e paulo eneas
Uma contagem oficial relatos de efeitos adversos resultantes da vacinação contra a Covid-19 na Suécia ultrapassou mais de 33.000 casos. Dois terços destes casos relatados de efeitos adversos ocorreram com pessoas que receberam a vacina da AstraZeneca.

De acordo com a Agência Sueca de Medicamentos, na semana passada o país escandinavo havia recebido 33.481 notificações de reações adversas relacionadas às vacinas contra a Covid-19. Atualmente, o país oferece três marcas de vacinas: Moderna, Pfizer-BioNTech e Vaxzevria, fabricada pela AstraZeneca.

Do total de casos de efeitos adversos relatados, 2.458 estavam associados à vacina Moderna, enquanto a vacina Pfizer-BioNTech foi associada a 10.420 casos. Por sua vez, a vacina da AstraZeneca respondeu por 20.563 notificações de efeitos adversos. As três vacinas apresentaram efeitos colaterais como febre e dor de cabeça. Outras reações adversas notificadas incluíram náuseas, dores nas articulações e tonturas.

A vacina da AstraZeneca representa apenas cerca de 26% das cerca de 2.7 milhões de vacinas administradas até agora na Suécia, mas representa cerca de 61% dos relatórios de efeitos colaterais. Informações de RT | Infowars | GreatGameIndia.

30.000 casos de efeitos colaterais relatados por vacinas AstraZeneca CoviShield

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE