por paulo eneas
A Controladoria Geral da União (CGU) afirmou em documento enviado à CPI da Covid nesta quinta-feira (20/05) que apura prejuízo efetivo de R$ 39.2 milhões e prejuízo estimado potencial de R$ 124.8 milhões nos repasses de recursos federais aos Estados e municípios destinados ao combate à pandemia do vírus chinês.

Em seu portal, a CGU afirmou que desde abril do ano passado tem atuado em 52 operações junto com a Polícia Federal, Ministérios Públicos estaduais e outros órgãos para apurar desvios de recursos federais destinados ao enfrentamento da covid. O montante analisado nas contratações e licitações é de R$ 1.38 bilhão.

O trabalho da Controladoria Geral da União neste quesito está sendo pífio e medíocre. O Governo Federal repassou cerca de R$420 bilhões a entes federados no ano passado para combater a pandemia. A CGU informa estar investigando possíveis desvios em R$1.38 bilhão, o que corresponde a 0.32% do total repassado.

Ocorre que se tivesse havido desvios de “apenas” R$ 1.38 bilhão, o Brasil teria montado uma estrutura médico-hospitalar de primeiro mundo, com os 99.68% restantes do total repassado pelo Governo Federal, para atender pacientes da covid. A investigação que está sendo feita pela CGU parece carecer de seriedade. Colaboração Angelica Ca. Informações Portal da CGU.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE