por angelica ca e paulo eneas
O ministro do Comércio Exterior da França, Franck Riester, afirmou nesta quinta-feira (20/05) durante sessão do Senado francês que a Floresta Amazônica não pertence a nós, brasileiros, mas sim à humanidade. A fala do ministro ocorreu em meio à discussão sobre a a ratificação do acordo comercial entre o Mercosul e o União Europeia, firmado pelo ministro Ernesto Araújo em 2019.

Franck Riester defendeu junto a ministros dos outros países da União Europeia, que o acordo entre os dois blocos não seja ratificado, e garantiu que esta é a posição do governo de Emmanuel Macron. O ministro francês exigiu a inclusão de uma cláusula de cumprimento obrigatório do Acordo Climático de Paris como pré-condição para ratificar o acordo comercial.

A fala do ministro francês mostra que de nada adiantou o governo brasileiro ter optado por aderir à agenda ambientalista dos globalistas, pois estes continuam questionando nossa soberania sobre a porção brasileira da Floresta Amazônica.

Até o momento da conclusão desta matéria, o Itamaraty ainda não havia se pronunciado, prosseguindo no silêncio que tem mantido sobre qualquer assunto relevante de interesse nacional, exceto quando é do interesse chinês, desde quando o tucano Carlos França assumiu a chancelaria. Informações Sputnik News.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE