por angelica ca e paulo eneas
Os vereadores da cidade de Boa Vista, capital de Roraima, aprovaram na última terça-feira (18/05) um projeto de lei que prevê a distribuição gratuita de medicamentos para tratamento precoce de pacientes com sintomas de Covid-19 pela prefeitura.

Para ter acesso gratuito aos medicamentos, os pacientes precisam de orientação médica com identificação dos sintomas ou sinais leves da doença. O texto da lei aprovada prevê que o médico responsável pelo tratamento deverá aplicar ao paciente um termo de ciência e consentimento, caso prescreva o uso da hidroxicloroquina.

Após a prescrição, o paciente terá acesso a hidroxicloroquina, ivermectina, azitromicina, bromexina, nitazoxanida, zinco, vitamina C, vitamina D, dipirona, prednisona, colchicina, anticoagulantes, e outros fármacos que venham a ser liberados e preconizados pelo Ministério da Saúde.

Com a aprovação da lei, Boa Vista vem somar-se a outras inúmeras cidades que decidiram não ceder à chantagem e pressão da mídia e ao lobby da big pharma, e fazer o que é correto: garantir aos seus moradores o acesso a medicamentos para tratamento precoce da covid. Informações de Folha BV.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE