por camila abdo e paulo eneas
A CPI da Covid aprovou nesta quarta-feira (26/05) requerimentos para a reconvocação do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello e do atual chefe da pasta, Marcelo Queiroga. Também foram aprovadas as convocações dos governadores do Amazonas, Pará, Distrito Federal, Tocantins, Santa Catarina, Roraima, Amapá, Rondônia e Piauí, além do ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel, além de Arthur Weintraub e Filipe Martins.

As reconvocações de Marcelo Queiroga e de Eduardo Pazuello foram motivadas pelo desempenho extraordinário da Dra. Mayra Pinheiro em seu depoimento nesta terça-feira (25/05), no qual ela fez a defesa corajosa do tratamento precoce da Covid-19 e não cedeu às pressões que os senadores têm feito para tentar criminalizar este tratamento.

Arthur Weintraub e Filipe Martins foram convocados em cima de uma narrativa fantasiosa que vem sendo criada a respeito de um suposto “ministério paralelo” da Saúde. A narrativa corresponde a uma rotulagem para fins de guerra política em cima do empenho que foi, e que está sendo feito, por todos os setores do governo para fazer frente à pandemia do vírus chinês.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE