por camila abdo e paulo eneas
O governador do Estado do Amazonas, Wilson Lima, e seu Secretário da Saúde, Marcellus Campêlo, foram alvo nesta quarta-feira (02/06) de mandados de busca e apreensão executados pela Polícia Federal em uma operação que investiga desvios na aplicação de recursos federais destinados ao combate à pandemia do vírus chinês.

O secretário Marcellus Campêlo foi preso na operação, e tornou-se o  segundo secretário de Saúde do Amazonas a ir para a prisão. Sua antecessora, Simone Papaiz, foi presa em junho do ano passado em fase anterior da mesma investigação. A Polícia Federal também cumpre outros cinco mandados de prisão temporária, contra representantes das empresas suspeitas de envolvimento nos desvios.

A ação, que faz parte da quarta fase da Operação Sangria, foi autorizada pelo ministro Francisco Falcão, do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e solicitada pela Procuradoria-Geral da República.

O Amazonas é o estado do senador Omar Aziz (PSD-AM), que viu seus irmãos e sua esposa, a deputada estadual Nejmi Aziz, presos pela Polícia Federal em 2019 por acusação de desvio de verbas públicas da saúde, naquela que foi considerada a maior operação da história da Polícia Federal no Amazonas. Informações de O Globo.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE