por angelica ca e paulo eneas
Anthony Fauci, que há quase quarenta anos é diretor dos Institutos Nacionais de Saúde (NIH) dos Estados Unidos, resolveu ignorar uma importante informação sobre a Covid-19 por preguiça de ler um e-mail muito longo, segundo suas próprias palavras. Logo no início da pandemia, o físico Erik Nielsen, que também é diretor da Bio-Signal Technologies, enviou e-mail datado de 20 de março de 2020 ao Dr. Anthony Dr. Fauci, informando que era possível que dois medicamentos pudessem ajudar a combater o vírus chinês.

No entanto, o e-mail foi ignorado por Anthony Fauci, que justificou dizendo que o texto do e-mail era “muito longo para ele ler”. A informação foi revelada pelo site Breitbart a partir dos mais de três mil e-mails de Anthony Fauci que foram colocados à disposição do público por decisão da justiça norte-americana com base na lei de acesso a informação, Freedom of Information Act (FOIA), dos Estados Unidos.

O e-mail revela que Erik Nielsen instruiu membros de sua família a usar a hidroxicloroquina, que ele disse, “também parece ser eficaz e segura”. Dois dias após este e-mail, Anthony Fauci foi procurado pela grande imprensa e questionado se a hidroxicloroquina era um medicamento eficaz contra o coronavírus. Anthony Fauci foi lacônico, e afirmou: “A resposta é não”. Ele ainda afirmou que não passavam de “evidências anedóticas” as evidências iniciais de eficácia do medicamento.

Ocorre que em março do ano passado não havia ainda qualquer estudo elaborado que permitisse concluir pela não eficácia da hidroxicloroquina ou de qualquer outro medicamento para o tratamento da Covid-19. Ou seja, Anthony Fauci fez uma afirmação de pretensa validade científica, sem que ele tivesse qualquer evidência científica que a corroborasse.

Outro medicamento também recomendados por Erik Nielsen foi o Alvesco (ciclesonida) apenas para uso emergencial. Ele afirmou no e-mail que seus colegas na linha de frente no Japão, China e Coréia encontraram vários documentos ainda não publicados, os chamados pre-prints, indicando que o medicamento é um tratamento eficaz para pacientes com Covid-19 em estágio avançado. O físico continuou:

“Alguns pacientes em ventiladores que estavam se aproximando da morte se recuperaram totalmente após o tratamento com ciclesonida. A ciclesonida tem partículas muito menores do que outros corticosteroides, por isso atinge mais profundamente os pulmões e os alvéolos”. Portanto, duas informações relevantes sobre a pandemia foram simplesmente ignoradas por Anthony Fauci por, segundo ele próprio, preguiça de ler. Informações Breitbart | BlesMundo.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE