por angelica ca e paulo eneas
O renomado médico norte-americano Dr. Vladimir Zelenko, descobridor do Protocolo de Zelenko, afirmou que a tentativa de se obrigar crianças a tomar as vacinas experimentais contra a Covid-19 corresponde a uma experimentação humana coercitiva. No entender do médico, os responsáveis ​​por tais políticas deveriam ser julgados por crimes contra a humanidade.

Falando ao Frontline Doctors of America no final de maio, o Dr. Zelenko afirmou que não há absolutamente nenhuma razão para injetar em crianças um mRNA experimental ou vacinas de vírus chinês de vetor viral, porque esta faixa etária tem um risco quase zero de testar positivo para o vírus chinês.

“De acordo com o CDC, crianças saudáveis ​​com 18 anos ou menos têm uma taxa de recuperação da Covid-19 de 99.998% e sem nenhum tratamento. Não há necessidade médica de quaisquer vacinas. Especialmente, uma injeção experimental e não aprovada de mRNA que demonstrou ter muitos efeitos colaterais perigosos”, afirmou o médico.

Segundo o Dr. Vladimir Zelenko, qualquer governo, empresa, escola ou indivíduo que venha forçar ou ordenar que crianças recebam a vacina experimental está violando diretamente a proibição da Convenção de Genebra contra a experimentação humana coercitiva. Segundo ele, essas pessoas são criminosas da mais alta ordem e devem ser levados à justiça por crimes contra a humanidade.

Em sua entrevista, o médico acusou o governo israelense de usar coerção contra seus próprios cidadãos para forçá-los a experimentação humana com as vacinas: “O governo de Israel está agindo dessa maneira, usando de coerção contra seus próprios cidadãos para forçá-los a experimentação humana. Os passaportes verdes são uma ferramenta de discriminação e exercem pressão psicológica excessiva sobre pessoas inocentes”, afirmou o Dr. Zelenko.

“O consentimento informado foi desconsiderado e a necessidade médica não é considerada. Portanto, pessoas jovens e saudáveis ​​e aqueles que já têm anticorpos ainda estão sendo forçados a uma intervenção médica experimental de que não precisam”.

O médico ainda pediu para que o governo israelense proceda com cuidado e pare a experimentação em humanos e reúna mais dados de segurança e eficácia antes de usar tecnologia nova e não aprovada.

O Dr. Vladimir Zelenko alcançou reputação mundial pelo sucesso no tratamento de pacientes com vírus chinês com o uso de hidroxicloroquina e zinco. Seu método de tratamento foi divulgado e respaldado pelo ex-presidente norte-americano Donald Trump. De acordo com o médico, o tratamento precoce com hidroxicloroquina e zinco resultou em uma redução de oito vezes na mortalidade entre seus pacientes. Informações de Natural News | Life Site News | America’s Frontline Doctors.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE