por angelica ca e paulo eneas
O grupo terrorista marxista norte-americano Black Lives Matter, que durante o ano passado saqueou estabelecimentos comerciais, devastou cidades inteiras e organizou rebeliões que culminaram em dezenas de mortes, emitiu na quarta-feira (14/07) um comunicado em apoio à ditadura comunista cubana.

No comunicado, o grupo terrorista condena os Estados Unidos pelos problemas vividas por Cuba. Desde o último domingo, os cubanos estão realizando protestos contra a ditadura comunista que controla o país há mais de meio século. A repressão aos protestos tem sido violenta, com centenas de feridos e de pessoas desaparecidas.

Em resposta ao comunicado cínico do grupo terrorista, o senador republicano Marco Rubio, que é descendente de cubanos, afirmou estar disposto a ajudar os terroristas do Black Lives Matter a se mudarem para a ilha controlada pelos comunistas.

“Meu escritório está pronto para ajudar os líderes da organização Black Lives Matter a emigrar para Cuba”, escreveu o senador em sua conta no twitter. Informações de Neon Nettle | Western Journal | La GacetaBlesMundo.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE