Um dia após a live do Presidente Bolsonaro tratando da questão do voto impresso, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou em entrevista a uma emissora de televisão nesta sexta-feira (30/07) que a discussão sobre voto impresso na Câmara dos Deputados é “perda de tempo”, pois já existiria uma PEC semelhante no Senado Federal.

A fala do presidente da Câmara dos Deputados, que é também um dos principais líderes do Centrão, o bloco político-fisiológico que define as votações no Congresso e que agora ocupa posições-chave no Governo Bolsonaro, evidencia o que o Crítica Nacional vem afirmando quase sozinho há vários dias, em particular em artigo publicado há uma semana:

A escolha do senador Ciro Nogueira (PP-PI) para chefiar a Casa Civil não representou um acordo ou aliança para aprovação do voto impresso. A escolha reflete uma relação de chantagem que o Centrão mantém com o Governo Federal, e não se traduz em qualquer compromisso do bloco fisiologista com as pautas defendidas pelo governo.

Leia também:
O Centrão no Coração do Governo Bolsonaro & A Possibilidade do Voto Impresso: Uma Chantagem Sob a Camuflagem de Acordo


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE