por paulo eneas
Um comboio de veículos militares do Exército Brasileiro, da Aeronáutica, e da Marinha do Brasil irá deslocar-se nesta terça-feira (10/08) para Brasília, até a Praça dos Três Poderes, onde será recebido pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, e pelo Ministro da Defesa, General Braga Netto.

O evento faz parte da Operação Formosa, realizada desde 1988 para fins de treinamento militar. Segundo informa a Marinha do Brasil, o comboio militar inclui blindados, lançadores de mísseis e outros armamentos usado por fuzileiros, e saiu do Rio de Janeiro e passará por Brasília na manhã desta terça-feira.

O comboio irá estacionar em frente ao Palácio do Planalto e entregará ao Presidente Bolsonaro e ao Ministro da Defesa, General Walter Braga Netto, convites formais para as operações de treinamento no Campo de Instrução de Formosa.

O anúncio da operação realizada anualmente há mais de trinta anos pelas Forças Armadas gerou uma reação histérica na velha mídia, que enxerga “golpe” até mesmo na própria sombra de cada um de seus jornalistas militantes.

O senador esquerdista Alessandro Vieira (Cidadania-SE) chegou a ser patético, ao informar em sua rede social que iria ingressar na justiça proibindo a operação. Por sua vez, o PSOL também informou histericamente em sua rede social que irá acionar a justiça para impedir o evento.

O comportamento da militância esquerdista da velha imprensa e dos políticos comunistas do Cidadania, PSOL e outros revela a disposição deste agentes de tencionar ainda mais o ambiente político brasileiro, valendo-se até mesmo de uma provocação contra as Forças Armadas em uma de sua rotineiras operações de treinamento para a defesa do país.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE