O cantor sertanejo e ex-deputado federal Sérgio Reis, já com 81 anos, responderá a um inquérito na Polícia Civil do Distrito Federal por participar da organização de uma manifestação de caminhoneiros e produtores rurais prevista para o início de setembro.

O inquérito foi aberto após a circulação de um áudio nas redes sociais em que o cantor e ex-deputado federal, alçado à condição de líder circunstancial de movimentos cívicos, descreve as intenções do movimento e sua pauta de reivindicação: aprovação do voto impresso e recomposição dos integrantes da suprema corte.

A Polícia Civil do Distrito Federal informou que Sérgio Reis será investigado pelos supostos crimes de ameaça (art. 147 do Código Penal), de dano (art. 163 do Código Penal) e atentado contra a segurança de meio de transporte (art. 262 do Código Penal), mas não informou que supostas ameaças ou danos ou atentados teriam sido supostamente cometidos por Sérgio Reis.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE