Dentre os pontos altos positivos e importantes do discurso do Presidente Bolsonaro na abertura da Assembleia Geral das Nações Unidas nesta terça-feira (21/09) esteve as menções feitas a Deus, à família e à liberdade.

O presidente afirmou que o Brasil tem um Chefe de Estado que acredita em Deus, respeita a Constituição e seus militares, além de valorizar a família tradicional como fundamento da civilização. O presidente falou da liberdade de expressão e da liberdade de culto, e revelou a diretriz do governo brasileiro de dar abrigo a cristãos, bem como a mulheres e crianças e juízes, que estejam fugindo do Afeganistão.

A defesa destes princípios e valores, ainda que pareça estritamente protocolar, possui importância e repercute pelo fato de ser feita em um fórum como a Assembleia Geral das Nações Unidas, que é um ambiente basicamente hostil aos cristãos e aos valores da Civilização Ocidental. Nesse sentido, o Presidente Bolsonaro acertou ao reafirmar estes valores naquele fórum, como sendo os valores do povo brasileiro.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE