O relator da Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia da Covid-19, senador Renan Calheiros (MDB-AL), afirmou nesta terça-feira (05/10) que o presidente Jair Bolsonaro será citado em seu relatório final e que pedirá o indiciamento do chefe do Executivo.

“Nós não vamos falar grosso na investigação e miar no relatório. Ele com certeza será sim (indiciado) pelo que praticou”, disse o relator em entrevista coletiva. Renan Calheiros afirmou também que o indiciamento deverá ser estendido a outras pessoas, a quem o senador acusa de supostamente disseminar informações falsas a respeito da pandemia do coronavírus.

A previsão é que a CPI da Covid seja encerrada até 20 de outubro: “Até lá, continuaremos os debates, ouvindo juristas e escolhendo os tipos penais que nós vamos utilizar”, afirmou o senador. O desfecho da CPI confirma o que o Crítica Nacional havia antecipado desde seu início: o objetivo da comissão sempre foi incriminar o presidente e mirar no atendimento médico a pessoas com Covid-19.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE