por paulo eneas
O blog O Antagonista publicou matéria nesta sexta-feira (08/10) assinada por Wilson Lima que contém uma série de inverdades sobre o site Crítica Nacional e a maneira pela qual conduzimos nossa abordagem jornalística sobre a pandemia do coronavírus. Alegando ter tido acesso a documentos supostamente enviados à CPI da Pandemia em andamento no Senado Federal, o blog requenta a narrativa de uma imaginária rede de fake news que seria comandada pelo vereador Carlos Bolsonaro e da qual o Crítica Nacional supostamente faria parte.

A matéria diz ainda que Carlos Bolsonaro juntamente com o deputado federal Eduardo Bolsonaro teriam incentivado determinados tipo de tratamento durante a pandemia e diz que Carlos Bolsonaro seria o responsável por “dar comandos para disparo de notícias falsas”, comandos esses que seriam acatados e reproduzidos pelo Crítica Nacional. A matéria faz referência também ao jornalista Allan dos Santos do Terça Livre.

Queremos deixar claro ao público que a linha editorial do Crítica Nacional nunca foi determinada por comandos vindos de qualquer político ou entidade. A linha editorial do Crítica Nacional reflete unicamente as escolhas livres de seu editor e proprietário, Paulo Eneas. O Crítica Nacional nunca fez recomendação ou sugestão de uso de qualquer medicamento para Covid-19 ou qualquer outra enfermidade, pois o ato de fazer tal recomendação é prerrogativa exclusiva dos médicos.

A única recomendação que o Crítica Nacional fez e faz aos seus leitores, quando apropriado, foi a de seguir as diretrizes e recomendações das autoridades públicas de saúde no que diz respeito à prevenção contra o coronavírus. Os conteúdos que publicamos ao longo deste período foram matérias jornalísticas trazendo relatos e experiências e opiniões de médicos que desde o início da pandemia estão empenhando-se em procurar salvar vidas. Jamais publicamos qualquer conteúdo que não viesse acompanhado do respaldo da opinião de um médico.

A acusação leviana feita na reportagem do blog O Antagonista de que tenhamos divulgado algum conteúdo noticioso falso seguindo “comando” de algum político não encontra amparo na realidade, como se pode constatar na análise cuidadosa de tudo que o Crítica Nacional publicou neste período de pandemia. Publicamos relatos e experiências de médicos bem como pesquisas em andamento realizadas por instituições acadêmicas internacionais de renome, de modo que jamais nos desviamos da abordagem médico-científica do problema da pandemia.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE