Apesar de alguns estados começarem a suspender as medidas draconianas de bloqueio impostas a pretexto da pandemia do vírus chinês, as autoridades australianas estão construindo campos de quarentena que não serão concluídos até o próximo ano, a fim de se preparar para as “operações em andamento” e para abrigar pessoas que “não tiveram acesso à vacinação”.

De acordo com o jornal ABC Australia, uma das instalações de quarentena contendo 1.000 leitos no Aeroporto Wellcamp, nos arredores de Toowoomba, estará totalmente concluída no final de março de 2022. “Nesta fase, as cabines serão utilizadas por viajantes domésticos que regressam dos hotspots COVID”, afirma o jornal.

Os acampamentos são divididos em diferentes zonas e acomodam quartos individuais, duplos e familiares, enquanto são patrulhados pela polícia e guardas de segurança 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Citando novas cepas de Covid-19 e pessoas “que não tiveram acesso à vacinação”,  o vice-primeiro-ministro australiano Steven Miles de Queensland disse à mídia: “Prevemos que haverá uma necessidade contínua de instalações de quarentena”. Informações de Summit News | ABC Australia.

Leia também:
O Big Brother na Vida Real: Australianos São Obrigados a Enviar Selfie Com Geolocalização à Polícia Para Provar Que Estão em Quarentena


APOIE O CRÍTICA NACIONAL! CLIQUE AQUI E FAÇA UMA ASSINATURA DE APOIO

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE