Em entrevista ao programa Os Pingos Nos Is da Rádio Jovem desta quarta-feira (13/10) o presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Dr. Mauro Ribeiro, criticou a politização do tratamento precoce contra Covid-19 e o ataque que vem sendo feito contra os médicos que tratam pacientes com Covi-19.

“Um tratamento médico está sendo totalmente politizado há um ano e meio, e os médicos estão sendo atacados de uma forma covarde por determinados segmentos da população”, afirmou o presidente do órgão oficial que regula e supervisiona a atividade médica profissional no Brasil.

O Dr. Mauro Ribeiro afirmou que a única coisa que o Conselho Federal de Medicina faz é defender a autonomia dos médicos brasileiros. Ele também criticou a deliberação do Supremo Tribunal Federal (STF) que determinou que Estados e municípios têm autonomia para decidir sobre ações de combate a pandemia e vacinação de adolescentes.

“Houve dentro desse processo algumas decisões que se revelaram catastróficas. Decisão do Supremo a gente aceita, mas com muita humildade eu coloco aqui uma crítica. Quando o STF decidiu que as políticas sanitárias em relação à Covid eram de responsabilidade compartilhada entre União, Estados e municípios, a população brasileira paga um preço por isso”, afirmou o Dr. Mauro Ribeiro na entrevista. Fonte: Jovem Pan.

APOIE O CRÍTICA NACIONAL! CLIQUE AQUI E FAÇA UMA ASSINATURA DE APOIO

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE