por angelica ca e paulo eneas
Está sendo convocada para o próximo domingo (17/10) um evento público em defesa da liberdade do deputado federal Daniel Silveira (PSL). O evento será realizado ao ar livre, na Praia de Copacabana no Rio de Janeiro (RJ). O deputado federal Carlos Jordy (PSL-RJ), que é amigo próximo de Daniel Silveira, é um dos parlamentares a liderar a organização do evento.

Em suas redes sociais, Carlos Jordy afirmou que a prisão de Daniel Silveira não foi apenas a prisão de um deputado, mas sim, uma demonstração de que as liberdades dos brasileiros estão sendo retiradas. “Não é apenas por Daniel, é por nossa liberdade”, afirmou Carlos Jordy. A advogada Paola Daniel, esposa de Daniel Silveira, também divulgou o evento público em apoio ao deputado preso e fez um apelo pela defesa da liberdade.

Daniel Silveira foi preso novamente em junho deste ano por decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, sob a acusação de ter violado a tornozeleira eletrônica.

Na última quinta-feira (14/10), o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) entrou com um  pedido de sustação na Câmara dos Deputados da Ação Penal nº 1.044  em favor de Daniel Silveira. O presidente do partido, Roberto Jeferson, assinou o documento que foi encaminhado nominalmente ao presidente da Casa, deputado Arthur Lira (PP-AL).

De acordo com o líder do PSL na Câmara, deputado Vitor Hugo (GO), há um acordo com o presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), para levar ao plenário da Casa o novo pedido de sustação do processo criminal contra Daniel Silveira. Segundo Vitor Hugo, a matéria deve ser analisada no plenário em 45 dias. Fonte:  Metrópoles | Gazeta Brasil.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE