Após o presidente Bolsonaro ter confirmado sua filiação ao Partido Liberal (PL), chefiado por Valdemar Costa Neto, a presidente interina do PTB, Graciela Nienov, publicou mensagem em sua rede social nesta terça-feira (08/11) reafirmando o apoio da sigla à reeleição do presidente na disputa eleitoral do ano que vem.

O PTB também havia se colocado como opção de sigla para o presidente Bolsonaro, ao mesmo tempo em que alterou seu programa e estatutos para tornar-se um partido conservador. Os diretórios estaduais do partido passaram ser dirigidos por pessoas ligadas historicamente ao movimentos conservadores surgidos em anos recentes no país.

Os estatutos alterados proíbem o PTB de aliar-se a siglas de esquerda. Em contraste, o Partido Liberal mantém nos estados a tradição fisiologista da sigla e aliar-se ao governante de turno. No Piauí, por exemplo, o PL é coligado ao governador petista Wellington Dias.


Não Deixe o Crítica Nacional Acabar!

Crítica Nacional precisa e muito do apoio de seus leitores para continuar. Dependemos unicamente do financiamento do nosso público, por meio de doações e assinaturas de apoio, para tocar adiante nosso projeto.

Crítica Nacional é hoje um dos poucos veículos da chamada imprensa independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade dos fatos e a defesa de valores conservadores. Dentre os demais, muitos renderam-se ao chapa-branquismo desbravado, lançando mão até mesmo da divulgação de conteúdos falsos ou enganosos para esse intento. Esse tipo de conduta você jamais irá ver no Crítica Nacional.

Estamos nesse momento apelando encarecidamente ao nosso público para que contribua conosco. Você poderá fazer esta contribuição acessando este link aqui, onde terá a opção de fazer uma assinatura de apoio a um valor mensal irrisório e bastante acessível, e poderá também fazer uma doação no valor que desejar.

Muito obrigado.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE