O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, determinou nesta quarta-feira (10/11) o afastamento do ex-deputado Roberto Jefferson da presidência nacional do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). A decisão atende pedido de um grupo de parlamentares do próprio partido que impetrou ação na justiça demandando o afastamento do presidente da agremiação. A determinação de afastamento valerá por até seis meses.

Roberto Jefferson encontra-se preso por determinação do mesmo magistrado. O próprio Roberto Jefferson havia tomado a iniciativa no final de outubro de solicitar uma licença do cargo de presidente do PTB, pelo fato de estar preso e hospitalizado. A presidência da sigla vem sendo exercida desde então interinamente pela vice-presidente Graciela Nienov. Fonte Gazeta Brasil.


Não Deixe o Crítica Nacional Acabar!

Crítica Nacional precisa e muito do apoio de seus leitores para continuar. Dependemos unicamente do financiamento do nosso público, por meio de doações e assinaturas de apoio, para tocar adiante nosso projeto.

Crítica Nacional é hoje um dos poucos veículos da chamada imprensa independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade dos fatos e a defesa de valores conservadores. Dentre os demais, muitos renderam-se ao chapa-branquismo desbravado, lançando mão até mesmo da divulgação de conteúdos falsos ou enganosos para esse intento. Esse tipo de conduta você jamais irá ver no Crítica Nacional.

Estamos nesse momento apelando encarecidamente ao nosso público para que contribua conosco. Você poderá fazer esta contribuição acessando este link aqui, onde terá a opção de fazer uma assinatura de apoio a um valor mensal irrisório e bastante acessível, e poderá também fazer uma doação no valor que desejar.

Muito obrigado.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE