O Ministério de Assuntos Sociais da Suécia apresentou um novo projeto de lei nesta terça-feira (09/11) que permitirá que crianças de até 12 anos alterem legalmente o sexo no registro civil sem exame médico ou aprovação. De acordo com o projeto de lei, bastará apenas o consentimento do responsável para a mudança legal no registro nacional da população.

O projeto contém duas leis, uma modificando os procedimentos atuais para a mudança legal de sexo no registro nacional civil da população. A outra lei proposta versa sobre o procedimento médico cirúrgico para a suposta “mudança de sexo” destinada a pessoas maiores de dezoito anos.

A Suécia está entre os países onde a chamada ideologia de gênero mais avançou em suas pautas, principalmente no sistema de saúde e no sistema educacional. Os pais que se recusam a permitir que seus filhos sejam expostos a conteúdos relacionados às políticas identitárias da esquerda correm o risco de perder a guarda das crianças. Fonte: RT.


Não Deixe o Crítica Nacional Acabar!

Crítica Nacional precisa e muito do apoio de seus leitores para continuar. Dependemos unicamente do financiamento do nosso público leitor, por meio de doações e assinaturas de apoio, para tocar adiante nosso projeto.

Crítica Nacional é hoje um dos poucos veículos da chamada imprensa independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade dos fatos e a defesa de valores conservadores. Dentre os demais, muitos renderam-se ao chapa-branquismo desbravado, lançando mão até mesmo da divulgação de conteúdos falsos ou enganosos para esse intento. Esse tipo de conduta você jamais irá ver no Crítica Nacional.

Estamos nesse momento apelando encarecidamente ao nosso público para que contribua conosco. Você poderá fazer esta contribuição acessando este link aqui, onde terá a opção de fazer uma assinatura de apoio a um valor mensal irrisório e bastante acessível, e poderá também fazer uma doação no valor que desejar.

Muito obrigado.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE