Apesar de o governo federal ter publicado portaria proibindo exigência de vacinação contra a Covid-19 por parte de empresas e a demissão por justa causa dos funcionários que se recusarem a se vacinar, o Ministério Público do Trabalho emitiu uma recomendação por meio de uma nota técnica publicada em 5 de novembro, orientando os empregadores a exigir comprovante de vacinação de seus empregados, colaboradores e demais pessoas que desejarem entrar no ambiente de trabalho.

A nota traz o entendimento do Supremo Tribunal Federal que decidiu pela constitucionalidade do dispositivo legal (Lei 13979) que possibilita a vacinação compulsória, e sua implementação através de medidas de restrição ao exercício de atividades ou acesso a determinados locais.

No documento, o órgão pediu aos empregadores que procedam com a  exigência da comprovação de vacinação de todos trabalhadores como condição para ingresso no meio ambiente laboral, com a ressalva dos casos de isenção por recomendação médica.

A iniciativa do Ministério Público do Trabalho vem somar-se a várias outras medidas tomadas por governantes locais e gestores, todas elas amparadas na Lei 13979, que estão tornando a vacinação obrigatória uma realidade inescapável, de modo que em pouco tempo nenhum brasileiro terá direito a trabalhar ou poderá exercer qualquer um de seus direitos civis ou ter qualquer vida social se não se submeter à vacinação compulsória. Fonte: Agência Brasil | Extra Globo.


Não Deixe o Crítica Nacional Acabar!

Crítica Nacional precisa e muito do apoio de seus leitores para continuar. Dependemos unicamente do financiamento do nosso público leitor, por meio de doações e assinaturas de apoio, para tocar adiante nosso projeto.

Crítica Nacional é hoje um dos poucos veículos da chamada imprensa independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade dos fatos e a defesa de valores conservadores. Dentre os demais, muitos renderam-se ao chapa-branquismo desbravado, lançando mão até mesmo da divulgação de conteúdos falsos ou enganosos para esse intento. Esse tipo de conduta você jamais irá ver no Crítica Nacional.

Estamos nesse momento apelando encarecidamente ao nosso público para que contribua conosco. Você poderá fazer esta contribuição acessando este link aqui, onde terá a opção de fazer uma assinatura de apoio a um valor mensal irrisório e bastante acessível, e poderá também fazer uma doação no valor que desejar.

Muito obrigado.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE