por angelica ca e paulo eneas
O governo do território ultramarino de Gibraltar, localizado ao sul da península Ibérica, cancelou os eventos oficiais de Natal e desaconselhou qualquer evento social durante as próximas quatro semanas, desencorajando as pessoas de realizar eventos privados de Natal, devido ao aumento dos casos de Covid-19. Toda a população elegível de Gibraltar foi vacinada contra o coronavírus.

Dentre as recomendações à população está a de evitar que as pessoas se toquem e se abracem, além de recomendação do uso de máscaras. O território tem registrado um amento constante nos casos ativos de Covid-19 ao longo de outubro e novembro, com uma elevação acentuada nos últimos dias.

A Ministra da Saúde de Gibraltar, Hon Samantha Sacramento, descreveu o aumento no número de casos como sendo “drástico”, e passou a estimular as pessoas a se apresentarem para receber uma dose de reforço da vacina.

O aumento de casos de Covid-19, descrito pelo governo como sendo “exponencial”, ocorre apesar de Gibraltar ter a maior taxa de vacinação do mundo: mais de 118% da população de Gibraltar está totalmente vacinada contra a Covid-19. O número ultrapassa os 100% devido às doses recebidas pelos espanhóis que cruzam a fronteira para trabalhar ou visitar o território todos os dias.

Toda a população adulta de Gibraltar foi totalmente vacinada desde março e as máscaras ainda são exigidas nas lojas e nos transportes públicos. Atualmente, o governo de Gibraltar distribui doses de reforço para pessoas com mais de 40 anos, profissionais de saúde e outros grupos vulneráveis, além de administrar vacinas para crianças entre 5 e 12 anos. Fonte: RT News | Governo de Gibraltar | The Express. Crédito da foto: Creative Commons.



Não Deixe o Crítica Nacional Acabar!

Crítica Nacional precisa e muito do apoio de seus leitores para continuar. Dependemos unicamente do financiamento do nosso público leitor, por meio de doações e assinaturas de apoio, para tocar adiante nosso projeto.

Crítica Nacional é hoje um dos poucos veículos da chamada imprensa independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade dos fatos e a defesa de valores conservadores. Dentre os demais, muitos renderam-se ao chapa-branquismo desbravado, lançando mão até mesmo da divulgação de conteúdos falsos ou enganosos para esse intento. Esse tipo de conduta você jamais irá ver no Crítica Nacional.

Estamos nesse momento apelando encarecidamente ao nosso público para que contribua conosco. Você poderá fazer esta contribuição acessando este link aqui, onde terá a opção de fazer uma assinatura de apoio a um valor mensal irrisório e bastante acessível, e poderá também fazer uma doação no valor que desejar.

Muito obrigado.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE