O ministro da Saúde da Alemanha, Jens Spahn, declarou nesta segunda-feira (22/11) que até o final do inverno no hemisfério norte é provável que todos os habitantes do país que não foram vacinados tenham contraído a Covid-19 e que alguns deles morrerão.

“Os alemães serão vacinados, curados ou mortos da Covid-19 em apenas alguns meses”, afirmou o ministro Jens Spahn, enquanto pedia a mais cidadãos para serem vacinados.

Segundo o ministro, a vacinação não é uma questão puramente pessoal, mas um dever de solidariedade, repetindo assim a ideia que vem sendo disseminada de que as pessoas que exercem seu direito de optar por não se vacinarem, estariam colocando em risco outras pessoas, inclusive as que se vacinaram.

A Alemanha, país europeu que teve amplo acesso a vacinas gratuitas contra o coronavírus, está com 68% da sua população totalmente vacinada. Números oficiais mostraram mais de 30.000 novos casos de Covid-19 confirmados na Alemanha nas últimas 24 horas, um aumento de cerca de 50% em comparação com uma semana atrás.

“Chegamos a um ponto em que apenas o aumento da vacinação não será suficiente para conter essa nova onda”, disse o presidente do Instituto Robert Koch, Lothar Wieler, sem dar maiores esclarecimentos sobre o sentido da afirmação. Fonte: Breitbart | Daily Mail | The Local.


Não Deixe o Crítica Nacional Acabar!

Crítica Nacional precisa e muito do apoio de seus leitores para continuar. Dependemos unicamente do financiamento do nosso público leitor, por meio de doações e assinaturas de apoio, para tocar adiante nosso projeto.

Crítica Nacional é hoje um dos poucos veículos da chamada imprensa independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade dos fatos e a defesa de valores conservadores. Dentre os demais, muitos renderam-se ao chapa-branquismo desbravado, lançando mão até mesmo da divulgação de conteúdos falsos ou enganosos para esse intento. Esse tipo de conduta você jamais irá ver no Crítica Nacional.

Estamos nesse momento apelando encarecidamente ao nosso público para que contribua conosco. Você poderá fazer esta contribuição acessando este link aqui, onde terá a opção de fazer uma assinatura de apoio a um valor mensal irrisório e bastante acessível, e poderá também fazer uma doação no valor que desejar.

Muito obrigado.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE