O primeiro-ministro da Grécia, Kyriakos Mitsotakis, anunciou nesta terça-feira (30/11) a vacinação obrigatória contra o coronavírus para todos os gregos com mais de 60 anos. A decisão foi tomada após o anúncio do surgimento de uma suposta nova variante do coronavírus denominada Omicron, sobre a qual ainda não há informações avalizadas sobre sua suposta severidade.

O governo grego também anunciou que a partir de 16 de janeiro, aplicará uma multa de cem euros por mês às pessoas nesta faixa etária que não tenham recebido pelo menos a primeira dose da vacina contra Covid-19. Segundo o premier, os fundos arrecadados com as multas serão doados a hospitais gregos que lutam contra a pandemia.

O premier foi cínico o bastante para dizer que a multa não é uma punição, mas uma taxa de saúde. A estimativa é de que até novembro deste ano, apenas cerca de dez por cento da população grega com mais de sessenta anos havia concordado em se submeter à vacinação.

A Grécia proibiu este mês o acesso de pessoas não vacinadas a espaços fechados, incluindo bares, restaurantes, cinemas, museus e academias. O certificado de vacinação passou a ser obrigatório na semana passada em todo país, e o teste negativo de Covid-19 será aceito somente em igrejas, centros educacionais, locais de trabalho, cabeleireiros e lojas não essenciais. Fonte: Agência Reuters | Bloomberg | Forbes.


Não Deixe o Crítica Nacional Acabar!

Crítica Nacional precisa e muito do apoio de seus leitores para continuar. Dependemos unicamente do financiamento do nosso público leitor, por meio de doações e assinaturas de apoio, para tocar adiante nosso projeto.

Crítica Nacional é hoje um dos poucos veículos da chamada imprensa independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade dos fatos e a defesa de valores conservadores. Dentre os demais, muitos renderam-se ao chapa-branquismo desbravado, lançando mão até mesmo da divulgação de conteúdos falsos ou enganosos para esse intento. Esse tipo de conduta você jamais irá ver no Crítica Nacional.

Estamos nesse momento apelando encarecidamente ao nosso público para que contribua conosco. Você poderá fazer esta contribuição acessando este link aqui, onde terá a opção de fazer uma assinatura de apoio a um valor mensal irrisório e bastante acessível, e poderá também fazer uma doação no valor que desejar.

Muito obrigado.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE