por paulo eneas
A Câmara Municipal de São Paulo coloca em votação na tarde desta terça-feira (14/12) o Projeto de Lei 787/2021 que prevê a adoção do passaporte sanitário na capital paulista. O projeto é de autoria do vereador petista Alessandro Guedes. A proposta já foi aprovada em primeira votação pelo legislativo municipal paulistano. Se aprovado nesta segunda votação, o projeto segue para a sanção do prefeito Ricardo Nunes.

O anúncio da segunda votação do PL 787/2021 para a tarde desta terça-feira foi feito somente na noite desta segunda-feira, causando surpresa. Manifestantes encontram-se neste momento em frende à sede da Câmara Municipal (Palácio Anchieta) debaixo de chuva pois foram proibidos de entrar nas dependências do legislativo municipal.

A tramitação do projeto de lei instituindo o passaporte sanitário na maior cidade do País ocorreu sem qualquer transparência para a população: não houve realização de audiências públicas com médicos e especialistas para avaliar a proposta e o impacto de uma medida de segregação social e de apartheid sanitário desta natureza em uma cidade com mais de doze milhões de habitantes.

A maneira açodada pelo qual o projeto está tramitando já é reveladora do caráter autoritário da medida que, se aprovada, irá suprimir direitos civis básicos dos paulistanos que optarem por não se vacinar. O passaporte sanitário já é uma realidade em várias e estados do país, e vem sendo implementado com base na Lei Federal 13979 de fevereiro de 2020 que prevê a vacinação compulsória contra o coronavírus.


Não Deixe o Crítica Nacional Acabar!

Crítica Nacional precisa e muito do apoio de seus leitores para continuar. Dependemos unicamente do financiamento do nosso público leitor, por meio de doações e assinaturas de apoio, para tocar adiante nosso projeto.

Crítica Nacional é hoje um dos poucos veículos da chamada imprensa independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade dos fatos e a defesa de valores conservadores. Dentre os demais, muitos renderam-se ao chapa-branquismo desbravado, lançando mão até mesmo da divulgação de conteúdos falsos ou enganosos para esse intento. Esse tipo de conduta você jamais irá ver no Crítica Nacional.

Estamos nesse momento apelando encarecidamente ao nosso público para que contribua conosco. Você poderá fazer esta contribuição acessando este link aqui, onde terá a opção de fazer uma assinatura de apoio a um valor mensal irrisório e bastante acessível, e poderá também fazer uma doação no valor que desejar.

Muito obrigado.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE