por angelica ca e paulo eneas
A Assembleia Legislativa de Rondônia publicou na segunda-feira (17/Jan), a Lei 5.308, de 13 de janeiro de 2022, que autoriza o uso de hidroxicloroquina, cloroquina, azitromicina e ivermectina no tratamento pessoas com Covid-19 no Estado. De autoria do deputado Chiquinho da Emater, a lei foi aprovada pelo legislativo estadual foi encaminhada ao governador Marcos Rocha, que se absteve de qualquer sanção da norma, deixando assim para a Assembleia a sua promulgação.

De acordo com a lei, a prescrição dos medicamentos elencados no artigo 1º está autorizada e fica a critério do médico, mesmo na fase inicial da doença e sem a comprovação laboratorial da enfermidade, bastando seu diagnóstico clínico. O médico que prescrever essas medicações para o tratamento da Covid-19 deverá informar ao paciente sobre o caráter experimental do medicamento, mas o uso não é obrigatório.

No início de dezembro do ano passado, o governador Coronel Marcos Rocha (PSL) sancionou a Lei nº 5.179, que proíbe a implementação ou exigência de passaporte sanitário na forma física ou digital ou eletrônica em todo o Estado de Rondônia. A lei também proíbe qualquer forma tratamento diferenciado, constrangedor ou discriminatório a pessoas que se recusar a tomar as vacinas contra covid-19.

De autoria do Poder Legislativo, a lei foi aprovada em dois turnos e sancionada pelo Poder Executivo Estadual. Um dos artigos da lei determina que: “nenhuma pessoa será impedida de acessar, permanecer e frequentar qualquer local, seja público ou privado, em decorrência do exercício do seu direito de escolha de não tomar vacina contra a Covid-19, sendo garantido seu direito de ir e vir e permanecer em integralidade quando comparado aos que optaram por tomar a vacina”. Fonte : Rondônia AgoraHora do Povo | Portal do Governo de Rondônia.


Não Deixe o Crítica Nacional Acabar!

Crítica Nacional precisa e muito do apoio de seus leitores para continuar. Dependemos unicamente do financiamento do nosso público leitor, por meio de doações e assinaturas de apoio, para tocar adiante nosso projeto.

Crítica Nacional é hoje um dos poucos veículos da chamada imprensa independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade dos fatos e a defesa de valores conservadores. Dentre os demais, muitos renderam-se ao chapa-branquismo desbravado, lançando mão até mesmo da divulgação de conteúdos falsos ou enganosos para esse intento. Esse tipo de conduta você jamais irá ver no Crítica Nacional.

Estamos nesse momento apelando encarecidamente ao nosso público para que contribua conosco. Você poderá fazer esta contribuição por meio de nosso PIX: 02259742823 ou acessando este link aqui, onde terá a opção de fazer uma assinatura de apoio a um valor mensal irrisório e bastante acessível, e poderá também fazer uma doação no valor que desejar.

Muito obrigado.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE