por angelica ca e paulo eneas
A Finlândia encerrará todas as restrições relacionadas à Covid-19 ao longo deste mês de fevereiro, anunciou esta semana a primeira-ministra Sanna Marin: “Estamos trabalhando para eliminar essas restrições o mais rápido possível”, disse a premier, após reconhecer que as limitações têm efeitos negativos na restauração econômica e na cultura, acrescentando: “todas as restrições serão levantadas em fevereiro gradualmente”.

O anúncio de Marin veio em uma reunião com a Associação Finlandesa de Editores, apenas dois dias depois que a Finlândia entrou em seu terceiro ano de pandemia. Marin disse que seu governo, liderado pelos social-democratas, negociará com os outros partidos no parlamento o cronograma para a remoção das restrições.

Ao mesmo tempo, os controles de fronteiras entre a Finlândia e os outros países da União Europeia terminam já na próxima semana. Essa restrição foi introduzida no final de dezembro quando do surgimento da variante omicron. Os viajantes vindos de fora da União Europeia continuarão com restrições ao menos até 14 de fevereiro.

Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos encarecidamente ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 02259742823 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.

Na vizinha Dinamarca, as restrições também começarão a ser levantadas a partir de fevereiro, inclusive permitindo que os dinamarqueses tenham acesso a restaurantes, cafés, museus e boates sem a necessidade de exibir passaporte sanitário. Também o uso de máscaras deixará de ser obrigatório.

Na Espanha, não será mais necessário apresentar o certificado de vacinação contra o coronavírus para o acesso a bares ou restaurantes e academias em Barcelona. No final de janeiro, a governo do Reino Unido levantou as restrições impostas a pretexto da pandemia, extinguindo o passaporte sanitário, conforme anunciado pelo primeiro-ministro Boris Johnson, que afirmou ao Parlamento Britânico que “é hora de viver com o vírus”. Fonte: ABC News | AP News | Washington Post.

Leia também:
Premier Britânico Boris Johnson Anuncia o Fim da Obrigatoriedade de Máscaras e de Passaporte Sanitário na Inglaterra

Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos encarecidamente ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 02259742823 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE